Festa de 15 anos com o tema “Anos 60”

 

Planejar uma festa de 15 anos com o tema anos 60 será algo diferente do tradicional. Entretanto, essa imagem está fortemente ligada aos pais de muitos deles, por isso, neste tipo de evento podemos contar com a presença dos jovens e adultos em total harmonia.

No caso de festa de 15 anos prefira um local que comporte  a pista de dança e as mesas e cadeiras isso proporcionará  que os adolescentes e adultos fiquem em conjunto no mesmo ambiente.

Nos anos 60, sem dúvida nenhuma o reinado foi da minissaia. Mas, alguns fatos marcaram este período, tais como: o golpe militar de 64, o estilista Yves Saint Laurent abriu seu próprio atelier de moda em Paris, o programa musical “Jovem Guarda” da TV Record foi um enorme sucesso entre os jovens da época, a chegada do homem à Lua, entre outras curiosidades.

Se a década de 60 foi importante para os nossos pais, nós os jovens, mais do que nunca devemos agradecer a rebeldia da época para nos assegurar a liberdade de hoje. Por isso, organizar uma festa com o tema anos 60 é uma idéia bacana e bastante original.

Bem, já contamos um pouco da história e a partir deste momento vamos dar dicas de vestimentas para este evento e sobre o que servir nesta festa que ficará para sempre guardada em sua lembrança e de seus convidados.

Traje para mulheres:
Use e abuse da minissaia;
Estampas psicodélicas;
Listras diagonais;
Os cabelos são armados e neles é possível acrescentar uma faixa larga;
Vestido tipo tubinho;
Botas longas.

Traje para homens:
Terno estilo Beatles;
Tecidos acetinados;
Roupas futuristas;
Cabelos com franjas;
Bota de salto baixo.

Neste tipo de evento a recepção mais indicada é o coquetel, além de ser delicioso cairá no gosto de todos os participantes da festa. Mas nada impede que seja feito um coquetel no início e posteriormente um jantar. Toda a festa tem que ser feita e pensada de acordo com o gosto de cada uma….

Coquetel
Canapé de ricota com ervas finas
Canapés de presunto e nozes
Coxinha
Bolinha de queijo
Maravilha
Kibe
Croquete de carne
Empada de frango
Empada de palmito
Bolinho de bacalhau
Canudo de camarão
Mini esfiha

Bebidas
Refrigerante/Diet
Suco
Água Mineral
Cerveja
Batidas

Encerramento
Café
Casadinho
Bala de menta

Chá bar

O chá-bar é uma oportunidade bem agradável e divertida de reunir os amigos dos noivos numa única festa antes do evento de casamento, onde de um lado as amigas levam os presentes de chá-de-cozinha e os amigos levam os presentes para o bar.

Esta lista pode ser acrescida de bebidas variadas como uísque, licor, vinho, vodka, conhaque, rum, tequila, etc. A reunião tem um clima descontraído e pode ter brincadeiras, castigos, músicas e danças. É uma forma divertida de fazer uma despedida de solteiro.

A origem da festa Junina

As Festas Juninas são celebradas ao longo do mês de junho. Sua origem foram as festas pagãs, com fogueiras e queimas de fogos para afugentar os maus espíritos. Elas começaram nos campos e plantações originando os trajes típicos de caipiras e sinhazinhas, com casamento de roça, discurso do padrinho, as capelinhas decoradas etc.
Com o passar do tempo, as festividades foram tomando um cunho religioso.

Pela tradição, a festa junina consiste em celebrar os bons resultados da colheita e também, pedir que o próximo plantio traga bons frutos. São João é o santo protetor das colheitas e se faz comemorar com seus seguidores: Santo Antonio e São Pedro (assim, 24, 13, 29 de junho).
Esta festividade demonstra devoção e homenagem dos devotos. As festas juninas estão enraizadas de arte popular com suas influências próprias das regiões, cheias de pureza, ingenuidade, poesia e inspiração.

Dança

Existem diversas danças, mas a mais conhecida é a quadrilha.

A quadrilha é uma dança feita para agradecer a boa colheita e homenagear São João, Santo Antônio e São Pedro. Nela, um marcador comanda a dança. Os comandos devem ser seguidos e respeitados.

Esta dança típica chegou ao Brasil durante o período regencial e fez grande sucesso na corte do Rio de Janeiro, caindo depois no gosto popular. A sanfona, a vila, o violão e o triângulo são instrumentos muito utilizados para acompanhar a quadrilha.

A dança começa com os casais posicionados frente a frente. Os cavalheiros cumprimentam as damas e em seguida, as damas cumprimentam os cavalheiros. Eles trocam de lado, em seguida o cavalheiro busca a dama e começa o grande passeio pela roça. Esse passeio apresenta diversas interferências ditas pelo marcador, como “olha a chuva, “olha a cobra”. Ao final, o casal despede-se.

Esta dica é uma cortesia do Salão Andaluz de Eventos – Sua melhor opção de espaço de eventos em Indaiatuba

Conheça nosso Site